Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso aviso de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte o nosso aviso de privacidade e nossa política de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Recomendado

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário
A Instituição
A Instituição
A Instituição
Sobre a Santa Casa

Terceira Santa Casa do Brasil, a Santa Casa da Bahia foi fundada em 1549, sob o comando do então Governador-Geral do Brasil, Tomé de Sousa, em uma construção de taipa e palha, situada onde hoje está localizado o Museu da Misericórdia. Por cerca de 200 anos, a instituição, que deu origem ao primeiro hospital do Estado, foi a única aprestar assistência aos baianos com projetos e iniciativas também voltados para as áreas de Assistência Social e Educação.

Com o tempo e a escassez das doações que outrora contribuíram grandemente para o seu crescimento, a Santa Casada Bahia foi hábil em encontrar saídas rentáveis que a possibilitassem manter a autossustentabilidade. Hoje, é uma das instituições filantrópicas mais sólidas e respeitadas do Brasil.

A Santa Casa da Bahia do século XXI é uma associação beneficente de assistência social, que se propõe ao exercício da caridade e prestação de serviços nas áreas de saúde, ensino e pesquisa, cultura, assistência social e educação, sem subordinação ao Estado ou à Igreja.

A instituição, que sempre esteve a serviço do bem da população baiana, tem suas ações e atividades inspiradas nas 14 Obras de Misericórdia. Sete delas são espirituais: ensinar aos simples, dar bons conselhos, castigar com caridade aos que erram, consolar os tristes, sofrer as injúrias com paciência, perdoar a quem errou e rogar a Deus pelos vivos e pelos mortos. As outras sete são corporais: curar os enfermos, remir os cativos e visitar os presos, vestir os nus, dar de comer aos famintos, dar de beber aos sedentos, dar pousada aos peregrinos e sepultar os mortos.

As 14 Obras de Misericórdia guiaram a Rainha de Portugal, D. Leonor de Lencastre, uma mulher culta, forte e misericordiosa, na criação da primeira Santa Casa do mundo, em uma Lisboa empobrecida, no ano de 1498. As expansões ultramarinas foram as grandes responsáveis pela propagação da instituição em todo o mundo. Os portugueses fundavam uma Santa Casa em cada novo território conquistado. Assim nasceram no Brasil, em1540, a Santa Casa de Olinda, e a de Santos, em 1542. Hoje, do Japão até o norte da Europa, existem mais de 800 Santas Casas. No Brasil, o número passa de 400, com gestões independentes entre si, apesar de co-irmãs.

A Santa Casa da Bahia tem a sua gestão orientada estrategicamente para que colaboradores e voluntários sigam a mesma base filosófica e, com isso, a sociedade possa compreender a personalidade da entidade.

 

  • Negócio: Cuidar da pessoa e estimular a sua dignidade

  • Missão: Desenvolver ações de solidariedade nas áreas de saúde, educação, cultura e ação social inspiradas nos ideais de misericórdia.

  • Visão: Ser reconhecida como a melhor e mais abrangente instituição filantrópica do Brasil.

  • Posicionamento Estratégico: Excelência operacional.

Gestão 2020-2022

  • Provedor
    • José Antônio Rodrigues Alves
  • Vice-Provedora
    • Sônia Magnólia Lemos de Carvalho
  • Escrivã
    • Ana Paula Gordilho Pessoa
  • Tesoureiro
    • Antoine Tawil

 

Comissão Fiscal

  • Titulares
    • Antônio Alberto Machado Pires Valença
    • Henrique Gonçalves Trindade
    • Walter Cairo de Oliveira Filho
  • Suplentes
    • Adalberto Gomes Prates Junior
    • Eumar Martinelli Braga
    • Fermin Paulino Irujo Andueza
 
 

Definidores Natos

  • Eduardo Meirelles Valente
  • Lise Weckerle (licenciada)
  • Roberto Sá Menezes
 


Definidores

  • Ana Benvinda Teixeira Lage
  • Anneliese Menezes Santos
  • Antônio Ivo de Almeida
  • Antônio Robespierre Lopes dos Santos
  • Antônio Walter dos Santos Pinheiro
  • Baduê Memeri Dumet
  • Carlos Raymundo Melo Gouveia
  • Eduardo Morais de Castro
  • Euvaldo Guimarães Luz
  • Gilberto Pedreira de Freitas Sá
  • Jayme Baleeiro Neto
  • José Henriques Ramos
  • Luiz Fernando S. Ramos de Queiroz
  • Luiz Martins Catharino Gordilho Filho
  • Luiz Ovídio Fisher
  • Manoel Figueiredo Castro
  • Paulo Fernando Bittencourt Studart
  • Renato Augusto Ribeiro Novis
  • Roberto Luiz Pimentel Lerner
  • Rozendo Ferreira Neto
  • Sérgio Fraga Santos Faria
 
 

Mordomos-Diretores

  • Assistência Jurídica
    • Eduardo Argolo de Araújo Lima
  • Assistência Social
    • Celia Maria Pitangueira Gomes
  • Campo Santo
    • Helio de Oliveira Cardoso
  • Captação de Recursos
    • Risalva Fagundes Cotrim Telles
  • Patrimônio Cultural
    • Ana Elisa Ribeiro Novis
  • Patrimônio Imobiliário
    • Antônio Geraldo Teixeira Neto
  • Saúde, Ensino e Pesquisa
    • Sônia Magnólia Lemos de Carvalho

O novo desenho da marca Santa Casa BA parte do brasão original da instituição. Os traços foram simplificados e ajustados, de forma que sua aplicação, enquanto símbolo, se torne funcional. A data de fundação foi incorporada ao desenho a fim de evocar tradição e longevidade, características que atribuem qualidade e confiablidade á marca. O número de cores foi reduzido, facilitando o reconhecimento da e ajudando a estabelecer uma identidade visual mais forte.

Tipo de Escudo: Português, partido de dois, cortado em quatro

Armas:
Lado esquerdo do escudo
Cruz em "T" - Simboliza o calvário
"M" e "Z" - Simbolizam "misericórdia"

Lado direito do escudo:
Cruz de Malta - Simboliza a antiga "Ordem de Cristo", levada pelo navegador Vasco da Gama para a índia
Esfera Amiliar circundada pela Cruz de Malta, abraçada por uma cana-de-açúcar e circundada por 19 estrelas - Representa a colônio (portuguesa) e refelte estágio políticos da nação.

Elementos Externos:
Coroa imperial de ouro guarnecida de de pedras preciosas, com aros fechados sob o globo montado por uma pequena cruz
- Simboliza o poder português
Café, algodão e vieiras - Simbolizam campanhas e batalhas ganhas.

Santa Casa
Conheça a Santa Casa
Santa Casa da Bahia
Avenida Joana Angélica, 79, Nazaré - Salvador - BA, 40050-001, Brasil
Central: 71 (71) 2203-9666
Hospital Santa Izabel
Geral: (71) 2203-8444
Marcação de Consulta: (71) 2203-8100
(71) 98188-3380
Certificações
Acreditação com Excelência ONA 3
Acreditação com Excelência ONA 3
Serviço de E
Serviço de E
QMentum IQG
QMentum IQG
HIMSS Analytics
HIMSS Analytics
2020 - 2021. Santa Casa da Bahia. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital